Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem saída

Tenho estado assim, com vontade de escrever.

Sinto-me triste... Sem razão... Ou talvez a tenha, não sei! Esta tristeza cai em mim com cada gota de chuva escurecendo a felicidade em que vivo enganada.

A razao, essa... nunca a consegui encontrar. E como ela estou eu em mim! Desencontrada, esquecida num esconderijo perdido... Um leque assustador de fantasias e frustrações, é o que abro numa caneta em que pego. Sempre pintando de letras uma imensa solidão.

E assim escrevo... Só para mim! Num desabafo só meu! Acto egoísta de solidão...
                      sem saída...
Sónia Granja
Enviado por Sónia Granja em 24/08/2006
Código do texto: T224238
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sónia Granja
Portugal
42 textos (2021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:41)
Sónia Granja