Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vísceras Frias

Se faltar a idéia culta
E a mesma voz ressoar o eco
Se correr secura ao mel
Obscuros os átimos
A vaziar inda mais a mente.

Inopioso instante de caixão sem corpo
Sermão sem pároco, a cantar notas vis
Sem recolher da taça a borra
Sem estimar do lume a centelha
Sem forcejar por rebento nó.

Cerrar a doura página
Faz repousar a roda viva
E regressar à tumba sacra.

Voltar precocemente às horas
Assoreia pesada alma
Trazendo, debalde, frívolo debuxo.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 28/08/2006
Código do texto: T226971

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34087 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:27)
Cesar Poletto

Site do Escritor