Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto















" MULHER SEDUÇÃO "

Evaldo da Veiga




Ali é Ela, a mulher que tanto amei, bebendo no bar. 
Naquela mesa tem companhia respirando seu odor de luxúria.
 Impregnam-se de melancolia, fazendo com que, 
gravite em torno dela, uma áurea de tristeza e saudade.
 Oh, como o mundo muda sem avisar.
 Se avisasse, perderia o encanto, e a surpresa 
é elemento de busca e prazer. 
Dói-me ver o quadro, ela cantando, sorrindo,
 e chorando por dentro.
 Pobre mulher, que mesmo assim, ainda exerce tanto atrativo. 
Tem quem a queira e muito...
 Não pelo contato de agora, mas imaginando o que ela foi, 
sentir aquela linda imagem de mulher sedução.
 Uma coisa é inegável, apesar do semblante 
triste e esmaecido pelo tempo, quando ela fala prende atenção, 
o ambiente ganha vida. 
Ela se levanta e ousa dançar, com passos aparentemente tímidos,
 mas é parte da sua encenação. 
Não mudou nada no campo da fascinação. 
Os homens sentem algo indo de fora adentro
 e o tesão se faz presente. 
Que vontade naquela mulher... 
São olhares de cobiça, vê-la nua, sentir bem íntimo seu cheiro 
é o que habita o imaginário dos presentes. 
E os ausentes, se soubessem ela ali, 
estariam circundando, olhando, 
querendo um pouco dela pra si....


evaldodaveiga@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 30/08/2006
Reeditado em 12/05/2011
Código do texto: T228610

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:47)
Evaldo da Veiga