Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PANTANAL

É dia.
Ao leste vejo o clarão,
O sol banhando o chão
Com sua luz poderosa.

Com seus raios divinos
Linda cor se faz subindo
As nuvens colorindo
como fosse num papel.

Sobre a planície alagada
Pássaros em revoadas
Enfeitando nosso céu.

Vejo reflexos na água
Aumentando minha mágoa
Tristes degradações.

Isto desde outrora,
Pois no passado das horas
Tinha aqui muitas monções,
Deixando marcas na história
Desta terra prometida.

Tirando povo nativo
Trazendo negro cativo
P'ra povoar este chão.

Foi-se o tempo...

Aurora está chegando.
Deslumbre de espetáculo,
A luz do arrebol.
Ouço barulho ecoando.
Noite se aproximando.

Olho estrelas surgindo
Nas vazantes refletindo
Sua luz magnífica.

Adormeço em meus sonhos
Acordo muito contente,
O sol nasce risonho
É dia novamente!
Sebastião Bronze
Enviado por Sebastião Bronze em 30/08/2006
Código do texto: T229087
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Bronze
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 56 anos
72 textos (4061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:47)
Sebastião Bronze