Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Às vezes....

Às vezes as palavras brotam tão fáceis  das mãos que escrevem com decisão sobre um tema:  uma dor, uma força .
Fraqueza. Sobre o amor  que quase murchou.
Ou  sobre aquele que reviveu.Com boa ou má intenção.
Parece   tão fácil expor o que dentro do  peito
está a explodir .

No entanto,  às vezes, as mãos se movem e não tecem as  letras  que  dariam alívio
e trariam algum brilho ao despertar ou viver.
Às vezes a voz emudece, as mãos se travam e dos lábios
quase  fechados brotam ,sem querer, uma prece inaudível,
balbuciada sem fé  e dos olhos  secos e céticos
as lágrimas se negam a escorrer.

Às vezes  o vazio é imenso. Um lago profundo aquietado
inunda  um escuro brumoso , a lua se esconde em morros ,
as árvores em sombras imóveis  são como fantasmas ,
se juntam, se fecham, amedrontam...
Às vezes é quase como morrer...
 
luferretti
Enviado por luferretti em 01/09/2006
Reeditado em 02/09/2006
Código do texto: T230538
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:39)
luferretti