Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Orgasmo

À quina da fulgurância, vai a libido
Descondensada e hipócrita
Saciando a sede dos gametas.

Em cordéis e varetas, copula a lua
Casas e chãos, coquetéis de nebulosas
Hão em pátrias formosas.

Finda o estro do réptil
Pelecóide lâmina
Artifícios e quadris.

Partem ao juncado, clamores
Peles em ardores desencarnados
Desdouram pudorosas partes.

Canta a ode trivial, reversiva cruz
Dobra obcônico, seta ao nordeste
Rejeita luz, enrubescida tez.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 04/09/2006
Código do texto: T232609

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:34)
Cesar Poletto

Site do Escritor