Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





NO ESCURO DO ARQUIVO DE MINHA CONSCIÊNCIA 

BROTA UMA LUZ OPACA, CONFUSA, SOMBRAS BAILAM 

À ARREMEDO DE DANÇARINAS BÊBADAS EM PALCO FALIDO 

IMAGENS, SEM ESFORÇO E SEM RETINA, DESCORTINA 

UMA A UMA 

TODA AS MULHERES DE MINHA VIDA 

CONCENTRANDO EM CADA, VEJO QUANTA OPORTUNIDADE PERDIDA 

SONHOS DESFEITOS QUAIS NUVENS PASSAGEIRAS 

SONHOS, ILUSÕES, MOMENTOS DE BESTEIRAS 

QUANDO CADA UMA ERA MINHA MUSA 

HOJE APENAS IMAGEM DIFUSA 

COM ÁGUAS DO RIO DO HADES É O SANGUE QUE CORRE EM MINHAS VEIAS 

QUANDO TAIS ARANHAS , ME PRENDIAM EM SUAS TEIAS. 

HOJE VEJO QUAL RAPADURA ELA SEM CINTURA 

OUTRA IGUAL SALAMANDRA COM TORCICOLO 

E UMA TERCEIRA QUAL GIRAFA A LAMBER A ORELHA 

O QUE DOCE ERA, 

AGORA APENAS QUIMERA 

BRINCAR COM PALAVRAS 

ARMAR LETRAS SEM MUTRETAS 

É SOBREPOR À DOR 

NÃO TER 

QUANTO TEMPO A PERDER 

ANSIAR, NADAR, NADAR 

E MORRER NA PRAIA 

QUAL HÉRCULES, ME PROPORIA, A RALIZAR SETE TRABALHOS 

ARMAZENAR SONHOS EM POTES DE MEL 

COLHER FLORES DO VENTO 

ASPIRAR PERFUMES DE NUVEM 

OUVIR O BOCEJO DA BOCA DA NOITE 

FECHAR A CORTINA DO POR DO SOL 

ACENDER A LUZ DA LUA 

ESPANAR A POEIRA DAS ESTRELAS 

MAIS UM AINDA FARIA 

CORRIGIR A LINHA DO HORIZONTE 

POIS, COM A ALMA EM FRANGALHOS 

E A SENSAÇÃO DA TESTA CHEIA DE GALHOS 

SUPLICO A QUALQUER UMA 

SEM PRESSA ALGUMA 

APENAS  . . . VOLTE ! 

GDaun
Enviado por GDaun em 04/09/2006
Código do texto: T232805

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (43011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:24)
GDaun