Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA NÃO ESCRITO

Hoje não vou fazer um poema,
Não vou escrever uma carta,
Não vou fazer uma canção de dois acordes
Nem de três...
Hoje a saudade é tão bonita que a própria sensação
Da distância enche a casa de ternura.
Hoje vou homenagear você,
Vou homenagear a nós dois
Com o silêncio respeitoso ao barulho da chuva que cai lá fora.
Vou calar minha ânsia poética
Para ouvir a presença gostosa que a tua distância me traz...
Vou travar a minha mão escrevedora para que meu coração poeta
Descanse ...
Não vou brindar,
Vou te homenagear com a digestão daquilo que já bebemos,
Que já vivemos
Vou dar ouvidos a nossa dificuldade de nos despedir,
Nas quais aprendi que às vezes é gostoso ser sem graça...
Vou prestar atenção na nossa intimidade
Que aumenta sem diminuir o respeito...
Vou ficar parado na tranqüilidade de ser seu amigo...
Não vou escrever nada, frase, palavra nem letra...
A festa das palavras (meu maior presente)
Vai ser adiada
Vou te dar o espaço vazio do papel,
A dificuldade da rima...
E a plenitude dos momentos que vivo ao teu lado.

Iguaçu
Enviado por Iguaçu em 05/09/2006
Código do texto: T232936

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iguaçu
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil
118 textos (9999 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:35)