Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reentrância

Locação dos sentidos, aliteração
Padecer dos pecados
Rastros de fios, dourados, grosseiros
Somos nós mesmos
À noite, descolorando sonhos
Na teclas, nas cordas, ode ao pinho
Jeitoso braço que meu paço esmaga
Quando de bandeira encontro um nome
E ergo brinde ao laço que me enforca.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 12/09/2006
Reeditado em 13/09/2006
Código do texto: T238497

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34091 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:19)
Cesar Poletto

Site do Escritor