Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nos Bastidores do Sentimento

Sentimento
Essência doce e sonora
Sibila a maltratar os tímpanos
Pouco a pouco, do núcleo
Poeticamente, tijolo de barro
Faz da toca o amor, mundanas fadas.

Aspecto anil e fraudulento
Tão silencioso, quase oculto
Quando agita do coqueiro a folha
O vento calmo da tarde armada
No cimo, a estrada, caminhada
Pérola oca para o jantar.

Deve estar de regime alimentar
Esse tal sentimento de avelã
Não pode ser tudo, nem deve ser lã
Ora, se sou seu ídolo e ele meu fã
Por que temos de calar
Um ao outro, todo dia santo?
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 12/09/2006
Reeditado em 12/09/2006
Código do texto: T238540

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34087 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:34)
Cesar Poletto

Site do Escritor