Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO INDUSTRIAL

É tudo tão igual!
Os caminhos são tão parecidos com os destinos.
Acho que chegamos a um ponto
Em que somos movidos mais pela necessidade de caminhar
Do que pelo lugar aonde vamos.
Ponto em que o mais determinante é a necessidade de sentir,
E não o que sentimos ou por quem sentimos. 

Estamos diante de um trem que atropela os sentimentos espontâneos e naturais,
Que não têm hora nem pressa, e nos leva a uma
Triste realidade: joguetes de sentimentos necessários! 

É preciso estar sempre nervoso.
Necessidade de explodir,
Necessidade de sentir,
Necessidade de conquistas,
Necessidades básicas, 
Necessidade de julgar.
Necessidade de crescer.

Será que o querer ter sentimento importa mais que o sentimento? 

Se todas as coisas que valorizo, que busco, trocassem de caminhos entre elas, 
O que aconteceria comigo?

Você já se imaginou tendo que conquistar a
Mulher ou o homem que você ama,
Através de um concurso público?
Tendo que tomar cerveja com os amigos para poder ficar sozinho?
Tendo que ficar sozinho para poder ter amigos?
Tendo que procurar dinheiro para poder não
Se preocupar com dinheiro?
Ou tendo que ficar em casa para ir à praia?
Tendo que fechar os olhos para ver o mundo?
Tendo que matar para obter paz?
Tendo que morrer para poder viver?
Tendo que procurar um trabalho que não te traga dinheiro?
Tendo que recusar dinheiro para ter felicidade?
Você já se viu curtindo a tranqüilidade de ter
Conquistado algo que nunca mais te deixará tranqüilo?

Nos dias de hoje,
Pouco importa a mudança dos caminhos.
É preciso produzir coisas materiais e imaterias,
Que, na verdade, são as materiais disfarçadas.
E também produzir os caminhos.
Produção em série...
Produção de caminhos...
Super produção de uma série de caminhos.
De caminhos em série.
De uma série de coisas.
De caminhos.
Descaminhos... 
A crise de 29 não foi suficiente.
Eles querem uma crise na bolsa dos outros valores:
No coração.

De tanto ter que ir acaba-se indo aonde não quer!
Um movimento constante talvez seja o derradeiro
Repouso de um homem sem rosto
E com um coração industrial! 

Ford explica...
Iguaçu
Enviado por Iguaçu em 19/09/2006
Código do texto: T243720

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iguaçu
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil
118 textos (9999 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:23)