Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

imagem: Maria Luiza (minha netinha)
 
Onde nasce o sol!

Rosa Pena

Quando você chegou descobri novamente meu lugar no mundo, deixei o exílio em que me escondia e dei um rumo novo à terra de que sou feita. Seus olhos me fizeram voltar a ver que o patinho nunca foi feio, nem o lobo tão mau. Seus bracinhos me resgataram, neles desfiz minhas fronteiras e criei contigo um horizonte onde até o arco-íris sorri. Sua voz me conta coisas que eu havia esquecido no emaranhado da existência e enquanto ouço somem todos os meus medos.

A vida é bela e verde em suas mãos, vermelha no seu sorriso, azul no seu sono, amarela quando corre para o mar. Mas, ela fica realmente aquarela quando você grita vovó! Garanto que nenhuma pintura consegue ser mais bela do que ventura de ser avó. É recomeçar a viver no outono. É “primaverar “o ano inteiro. É sempre ver o sol nascente!

 

Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 26/01/2005
Reeditado em 07/04/2014
Código do texto: T2455
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
954 textos (1390060 leituras)
48 áudios (24755 audições)
33 e-livros (28799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 04:00)
Rosa Pena

Site do Escritor