Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nem um centavo

 Não pago nem um centavo pra viver como coitado,
não sou nenhum escravo que sustenta alienado.
 O burguês me deu as costas, enquanto consumia suas bostas,
me deu linhas tortas e me fechou as portas.
 Passei noites ao relento sofrendo o descontentamento,
somente torturas, nada de visões futuras.
 Agora sei que devo viver minha alegria,
ter a felicidade que tanto deveria,
por isso, remexo no passado que tanto odeio
e faço valer o tempo, sem rodeios.
 Não pago um centavo pra viver fodido,
pra alimentar o que não alimenta o mendigo,
pra esnriquecer o enriquecido e empobrecer o empobrecido.
 Nem um centavo!
(Paulo Bossi)
PAB
Enviado por PAB em 21/09/2006
Código do texto: T245840

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PAB
São Paulo - São Paulo - Brasil
52 textos (2979 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:38)
PAB