Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Num corcel alado, cavalgo sozinha.
Saio em busca de encontrar tudo o que deixe escapar
Um conhecimento esquecido no tempo
Uma guerra que fugi devido ao medo
O poder de ser feliz que deixei escorrer pelos dedos
O amor que em terras distantes ora vive.

Meu corcel cavalga na mesma velocidade da luz
O vento penteia meus cabelos que soltos voam
Corro ao encontro de meu mundo,
Corro em recuperar meus sonhos
O ciúme me coroe a alma
Mas sigo calada por esta estrada!

A solidão não me alcança...
Meu fiel companheiro alado é meu tempo
É onde cavalgo triste por entre os bosques
Mas onde brota sorrisos quando borboletas me tocam 

Busco conquistar novos horizontes
Enfrentar meus medos só
E lá no fim do bosque onde a relva é virginal
Meu cavaleiro encontrar,
E se por mim desejar esperar...
Felicidade eterna hei de lhe dá!
Monet Carmo
Enviado por Monet Carmo em 21/09/2006
Código do texto: T246055
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos autorais à Simone Teixeira do Carmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Monet Carmo
Belém - Pará - Brasil, 38 anos
2227 textos (297722 leituras)
72 áudios (9609 audições)
4 e-livros (1089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/17 20:26)
Monet Carmo

Site do Escritor