Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras

As palavras me somem e me falta ar
Sinto falta das lágrimas tuas, de alegria
Sinto tua falta
Sinto-me distante
Sinto-me correndo para trás
As palavras não saem mais
Sinto falta de minha voz, apenas sinto
Descubro algo dentro de mim, que me incomoda
Tira minha vontade, tiram meus sonhos
E o que sobra eu não reconheço. Nunca vi.
Nunca senti tenho dúvidas e medo. Irreconheço.
Meu peito doe quando respiro
Queima quando inspiro
O ar corta minha garganta como se fosse navalha
Mas não sangra. Apenas sinto
Não me diz nada
Sinto-me melhor, sinto-me leve
Aquilo que me consumia foi embora. Ou melhor, se escondeu
Algo me fez bem. Bem ou Mau. Fez bem.
Agora falo um pouco calejado em tom de sussurros
E rouquidez. Consigo me ouvir, mas não consigo
Que os outros me ouçam
Continuarei em frete, continuarei tentando
Talvez falhe
Como falhei antes.
diplomata diplomata
Enviado por diplomata diplomata em 23/09/2006
Reeditado em 24/09/2006
Código do texto: T247057
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
diplomata diplomata
Campinas - São Paulo - Brasil, 1015 anos
14 textos (888 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:43)