Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Aborto do Feto (O Entorno do Aceto)

A literatura brasileira não tem o seu espaço, como não tem o seu espaço o tratado poético na alma das crianças. Esta, de fel e pitanga fora de época – azeda que é – maltrata a língua em estática e esfuziante metáfora.
É completa a obra da isenção literária no coração dos jovens. O desapego exacerbado a beirar mares banhados de óleo sujo, pelas renques de enfermos agonizantes, todos pitorescos, todos a embolorecer.
Não há quem engalane broqueis; toca pela santa e devota paz, a incipiência da língua em nosso país de barro nas unhas.
No instantâneo refletir e no incomensurável sentir do poeta pincelam o desarmonioso e descompassado desinteresse, que não gela nem aquece; apenas de pó e fuligem abluem seus meandros viscerais, e se encerram holisticamente na epopéia fúnebre e quede dos dilacerados versos.
É insano e melancólico – haja vista o amainar do lume – que caminhem os entusiasmos literários com tão pouco murmúrio, com tão reles fé.
Penso, entretanto, que enquanto padecem as linhas que janto, fenece no pranto dos pais daqueles jovens, dúzias e dúzias de dolentes esquivas; suicidam-se milhares de auroras e entornam do relicário pote, doses e mais doses do não saber, da desoxigenação e do sepultar.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 30/09/2006
Reeditado em 01/10/2006
Código do texto: T253348

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34086 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:09)
Cesar Poletto

Site do Escritor