Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Peso da Vida

Em posse de um inferno risonho
Ensangüentada ira a abluir o nó
O astro rege à mensura do dia
O leito coberto com serragem e ruga.

Ocorre que os dentes estão suturados
A boca detentora das pilhas às vaidades
Seca por inteiro, onde cochila a nau
Rumores ladram bobagens no cais.

Se se tem espelho a lapidar
Armemos nosso campo de batalha
Untemos com navalha a insossa carne,
E o repique da vida prosseguirá inconstante.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 02/10/2006
Reeditado em 02/10/2006
Código do texto: T254526

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34093 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:20)
Cesar Poletto

Site do Escritor