Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpe-me pelas rudes palavras




27/06/06



O que você está fazendo comigo?
Por que faz de conta que está apaixonado por mim
Fazendo amor comigo como se eu fosse a única
Dizendo-me que somente pode ser meu
E estar sempre ao meu lado?

Por que gosta de ficar me ferindo assim,
Chamando-me de sua amante amada
Quando ambos sabemos que você pertence a ela
E em suas emoções, desejos e sonhos ela está?
Desculpe-me as rudes palavras, mas é hora de acordar.

E no amanhecer você entenderá essa situação
Quando o dia chegar saberá do que estou falando
E quando amanhecer a luz vai iluminar seus pensamentos
É para isso que serve a chegada do dia
Então você entenderá o quanto suas palavras são duras para mim
Portanto me desculpe pelas rudes palavras.

Por que você ainda insiste em querer fazer amor comigo
Quando seu corpo e seus anseios pedem e são por ela?
Não percebe como é difícil eu ouvir suas belas palavras
E ter que mandar você embora, viver a sua vida,
Buscar o seu amanhecer?

Sim, no amanhecer eu estarei sozinha, sentindo o vazio que ficou
Mas é para isso que servem as manhãs.
Eu já estive nessa situação antes e novamente esperarei o dia chegar
Trazendo a lucidez e a certeza que é melhor eu estar vazia completamente
Do que acreditar nessas suas palavras que não são endereçadas a mim
E quero que minha manhã venha logo.

Não, eu não vou fazer amor com você
Vou me entregar de corpo e alma a quem realmente me amar
E a quem eu puder amar também
Desculpe minhas rudes palavras, mas é hora de você ir embora
Quero que vá agora e me deixe esperando o meu amanhecer
De nada nos serve viver assim
Vá embora agora, e desculpe-me pelas rudes palavras.




(Frases inspiradas numa linda música)
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 04/10/2006
Código do texto: T255808

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21461 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:02)
Edilene Barroso