Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aura Feminina

Peristaltismo
Sintonia cisma com esquina da alma
Desejo vão e não se vai
Muito mais gosto ao prazer que alinha
(quisera o vigor despencar com as calças arreadas);
À pele do apego, desejo morre na nuvem do amor
E quanto mais essência lhe agrega, mais premer;
O corpo é o rótulo da mente, o mel da libido
Insano se acaba na rosa negra da noite
E de tanto apanhar das coisas
Encosta nas costas da cara, o plural da rima
Retoma a pureza da líquida aura feminina
E tomba.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 04/10/2006
Reeditado em 04/10/2006
Código do texto: T256157

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34087 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:12)
Cesar Poletto

Site do Escritor