Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prefácio

Peço licença a norma culta para dizer: “ Te amo!”
Desculpe-me o bom português, mas porque tenho que dizer: “amo-te!”?
Se fosse para negar, se eu fosse dizer “não te amo!” o velho português aceitaria.
Se eu fosse dizer: “Te amarei sempre!”, também haveria contestação. Por outro lado, se eu falassr: “nunca te amarei!” ou “jamais te amarei” a Língua peortuguesa aceitaria.
Por tanto,  a minha língua pede licença, para dizer ao meu amor, o bom e velho: “Te amo!”, e por fim, completar com um “Te amarei sempre!”.
Luma Santos
Enviado por Luma Santos em 10/10/2006
Código do texto: T261165
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luma Santos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
28 textos (1260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:54)
Luma Santos