Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                                      Imagem: Salvador Dali

Era um pitoquinho de gente
Que soube a vida brincar
Foi criança arteira que muito a fez sonhar!
Menina da chupeta encantada
Que se deliciava com a ponta da fralda desfiada
Que no nariz esfregava e o sono acalentava!

Foi uma criança sorridente
Curiosa em saber,
 - Como era uma boneca por dentro!?
Com o balão mágico não piscava
O fofão a fascinava
O sitio de Monteiro Lobato admirava
Viajava com Emilia e seus
Pozinho de pir-lim-pim-pim pra todos os lugares que pensava...
Mas aquela musica da Maldita cuca...
Haaaaaaaaaa...
Ela berrava, chorava se esperneava.
E todos adoravam seu jeito de acreditar naquela inverdade!

Menina que andava nas nuvens
E não tinha parada...
Corria...
Lambuzava-se...
Escondia-se das mãos da mamãe
Esquivando-se de uma merecida palmada! 

Olhava horas a lua
Tentando ver São Jorge com o dragão brigando...
Mas gritava pra todos: 
 - Olhem bem, estão apenas conversando!

Ah! Menina sapeca...
Uma verdadeira moleca,
Todos os meses tinham bolo e brigadeiro 
Todos os amiguinhos e suas “filhotas” vinham...
Pra cantar parabéns para alguma boneca 
Que tinha se comportado bem!

Nas férias de julho, a rua era seu mundo...
Pira-se-esconde, amarelinha, queimada,
Boca-de-forno, andoleta, pular elástico e corda,
Bambolê, panelinha, cemitério...
E o melhor de todos, ficar até altas horas
Contando e inventando historias de monstros..

Foi uma criança feliz...
Via duendes e fadas em casa
Conversava com árvores e flores
Kéti, a amiguinha imaginária do guarda-roupa.
Era sua única confidencia das viagens
Que fazia, quando dormia... 

Viu papai Noel varias vezes,
Deixando em sua árvore de natal,
Aquele seu presente! 
E na páscoa o travesso coelhinho
Lambuzava a casa toda com suas patinhas de trigo indicando: 
 - Ali, tem um ovo!

Viveu cada fase que podia
Viveu cada magia que os anos deixou
Curtiu cada mudança que o corpo ganhou!

Hoje um pouco mais vivida
Um pouco, mas sofrida,
Ainda assim,
Fadas existem em seu caminhar...
A Cuca enfrentou, os medos espantou!
A lua é sua Deus, São Jorge abençoou
E o dragão é a vida que a pureza dos dias
Se passou....

Parabéns pra ti que comigo se identificou
Ainda sou boba, sou criança... Ainda sou!!!

Mone TCarmo
Enviado por Mone TCarmo em 12/10/2006
Reeditado em 12/10/2006
Código do texto: T262765
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos autorais à Simone Teixeira do Carmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mone TCarmo
Belém - Pará - Brasil, 37 anos
2862 textos (287292 leituras)
56 áudios (8739 audições)
4 e-livros (918 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:04)
Mone TCarmo