Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

II - VAMOS ÀS MONTANHAS AMOR.

Manoel Lúcio de Medeiros.

QUERO ADORNAR TUA PELE.

1
Amor, quero colher todas as flores possíveis,
Quero adornar tua pele com estames e com pétalas,
Quero dar-te um leito de flores perfumadas,
Para que sobre elas deites o teu corpo bronzeado!
Amor vou construir nas montanhas uma capela,
És a deusa do amor que conquistou meu coração,
Quero carregar-te nos meus braços até o altar,
Para dizer-te em minha oração que te amo muito!
Amor, lá nas montanhas, as borboletas silvestres,
Baterão palmas com as asas, e voarão sobre nós dois,
Pois teu corpo meigo cheira mais do que a flor do campo!
2
Amor, lá nas montanhas veremos que o mundo,
Ficou completamente atrás das nossas sombras,
O passado é como águas corridas do inverno,
Que se perdem nas depressões dos caminhos!
Perdemos o nosso passado, não nos importa,
Pois há nosso presente um leque de futuro!
O nosso novo mundo agora é só de nós dois!
O velho mundo ficou subjugado aos nossos pés!
Por ti amor, farei dos montes o teu trono,
Onde serei sempre um súdito do teu amor!
3
Amor, nós iremos passear por sobre os montes,
As babugens da terra serão tapetes sob nossos pés,
Na fadiga, descansaremos sob a sombra das acácias,
Farei do meu colo o teu travesseiro, onde dormirás segura!
Amor, o calor dos nossos corpos será intenso,
Que as pedras ficarão polidas com a nossa presença,
Os passarinhos cantarão a sós para nós dois,
E o vento assobiará um coro nupcial,
E nesta hora, eu colherei as mais lindas flores,
Farei um lindo bouquet multicores,
E por cada cor, dar-te-ei uma declaração de amor!


Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 15/10/2006
Reeditado em 15/10/2006
Código do texto: T264954
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16872 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:35)
Malume