Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

uma resposta a Josi...

Não quero julgar, tampouco ensinar o amor;
Mortal que sou, imortal será minha memória:
Mas não permitirei amar pela dor,
porque quero  amar mesmo sem vitória...
Não pretendo que você busque o amor intensamente,
mas apenas que sobreviva, sem heroismo;
 se puder ser útil,não futil, caminhe sobre o romantismo...
Caminhar não é o mesmo que procurar onde,ou por que;
as vezes ele está onde voce não vê...
Caminhar não é seguir, é percorrer.
aos 18 anos você tem toda a vida pra viver...
Mas, pense voce é artista, jovem, faz o que quer;
apesar do amor parecer inatingivel e necessário,
use o que a vida lhe deu de melhor: ser mulher,
daí, seja MULHER, não se entregue a qualquer otário...
Não me interprete mal, ou seja, não interprete nada,
apenas siga da melhor forma seus caminhos,
do seu jeito, ame, e permita-se ser amada,
durante sua vida haverão muitos espinhos...
E, com certeza estes 18 anos, falta lhe farão,
quando a beleza tiver que ser vista de dentro pra fora;
quando a tristeza for inquilina  do coração;
é quando a vida se torna real e sedutora...
Que Deus proteja esta luz que te acompanha,
jovem escritora,
Que a  sua riqueza seja a sabedoria que a acompanha,
e que a sua voz seja a de uma Autora.
Autora da propria vida,
de seu proprio destino e sorte,
que voce seja muito querida,
e que a verdade  de seu amor supere a propria morte...

léalson
Enviado por léalson em 16/10/2006
Código do texto: T266087
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
léalson
Ibiuna - São Paulo - Brasil, 64 anos
42 textos (1552 leituras)
42 áudios (2813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:06)
léalson