Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cabaço

É inexplicável o modo como as vezes nos sentimos inexplicáveis, descartáveis, e como diria um célebre professor, três exemplos caem bem melhor em uma sentença, então aí vai: ajoelhados.

Esse estado de naúsea das três da matina, nos embate por dentro, e é extremamente devastador, toda essa fúria reprimida que muitas vezes não encontra lados nem expoentes a multiplicarem se em reações, é também extremamente destrutivo/construtivo, na ordem dos fatos.

Tantos processos criativos, caminhos adversos, será que as pessoas andam pensando. Chego a sentir pena que a arte de pensar tenha sido fracionada e tida como um joguete do pós-modernismo.

Assim como não tantos outros, não almejo a futuros revolucionários, ou reações dignas de uma cobertura televisiva em horário nobre.
Espero realmente que esse estado nauseante de se estar ajoelhado, abra em minha mente novos caminhos, liberdade de um modo cabaçal com que vejo as coisas.
Fábio Polido Gava Junior
Enviado por Fábio Polido Gava Junior em 16/10/2006
Código do texto: T266111
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Polido Gava Junior
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
4 textos (261 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:39)
Fábio Polido Gava Junior