Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incomensurável.

Incomensurável.
Delasnieve Daspet

Madrugada.
Ouço todos os barulhos da noite.
Até de minh'alma
Ouço os passos...

Longe uma coruja pia.
Em minhas lembranças
Ouço o mar
O vai e vem das ondas
Batendo nas pedras...

O mar e minh'alma.
Duas semelhanças.
De textura,
De vazio,
De dimensão incomensurável!

Minh'alma marulha em ondas.
O mar guarda o vazio do imponderável.
Mas não se desgastam,
São eternas!

O mar.
A alma.
Grandezas imperceptíveis,
Inalcansáveis,
Só com sentimentos as tocamos.

Compreende-las -
Só com a emoção.
Pois ambas - Mar e Alma
Anulam nossas inteligências
E nos reduzem a insignificância
Do nada!

A incomprensão cresce em nós.
Alma e o Mar
Abrem espaço ao ritual.
Ritual do desconhecido,
Da indefinição das formas,
Da infinidade de cores,
Da falta da fé,
Da fragilidade do homem
Diante do incomensurável!
#26 de julho de 2001 Campo Grande MS
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 19/10/2006
Código do texto: T267886
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:05)
Delasnieve Daspet