Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 foto: José Bóia                                              
 
 Viragem
  Rosa Pena

Viro tulipa repleta à espera da sua boca. Toma o chope todo de um gole só. Viro perfume para passear nos seus ouvidos, se encharca que nem filho de barbeiro, viro gravata para me amarrar em seu pescoço, usa terno toda hora, viro calça para grudar em suas coxas, coloca aquela mais apertada, viro cueca que tem intimidade com seu sexo, usa a bem indecente, viro seu nome para você me assinar, olha a quantidade de cheques por fazer, viro corte desde que você seja a faca, são quarenta bifes à espera, viro vento se você for prancha a vela, Windsurfe é gostoso, viro borbulhas se você for peixe, veja que belo coral! Viro espaço se você for céu, gosta do Cruzeiro do Sul? Viro espelho para lhe refletir. Sorria! Viro preguiça depois do seu trabalho para você descansar em mim. Relaxa! Viro tesouro, se você for o mapa, quem procura acha! Viro seu direito rasgado para você me virar do avesso e me costurar todinha. Por você me viro inteira. Só não viro o seu coração!  Você mora no meu e disso eu não abro mão!
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 19/10/2006
Reeditado em 16/08/2012
Código do texto: T268256
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Viragem - Rosa Pena
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1416598 leituras)
48 áudios (24765 audições)
33 e-livros (29000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:47)
Rosa Pena

Site do Escritor