Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exelsitude

     Eu não quero a multidão me abrasse, eu não preciso que todos me aceitem, eu também não aceito todo mundo, então ve se me deixa em paz, ve se me esquece, deixem eu me recompor. O mundo me parecia muito certo ultimamente, pois vou vira-lo do avesso novamente. Voce não entende, não é? mudar o mundo é demais? É sim, mais eu faço e escolho o mundo que quero enxergar. Pra voce mudar o seu mundo é só voce mesmo mudar, mas lembre-se pode ser mais facil mudar o mundo inteiro do que mudar as suas proprias vontades.
    As minhas vontades já não existem mais, o autroismo mata todo o meu ego. Como voce pode ver também sei ser hipócrita (na verdade já nascemos sabendo), cabe a mim e a voce mudar isso, cabe mais a mim do que a voce. Por que? O termo aritimetico citado acima descreve o que o meu ego representa pra mim com relacao a voce.
    Olha a minha grande soberba se destacando com relacao a minha verdadeira colocacao perante a humanidade. Pois eu deveria ser humilde, não porque a sociedade impõe, mas sim porque eu sou melhor do que a sociedade, e isso me obriga a deixar a soberba de lado e ressaltar a minha humildade, que não existe e isso não é o mais dificil, o mais dificil é esconder a soberba que existe em grande escala com relacao as outras virtudes em mim encontradas.
     Vou parar por aqui, não porque não tenho mais o que dizer, mais sim porque agora o mundo volta a me incomodar, por isso vou declarar ao mundo a minha Humildade soberba, a gritos sussurrantes pra todos escutarem e continuem não entendendo nada do que foi explicado, com afirmacoes negativas, a respeito da mentira que mais uma vez virou verdade ao ser desmentida, pela verdade contada por um mentiroso, hipocirta, com toda sinceridade que lhe cabe.
     Por tanto não chores se olhares pro céu e enchergar apenas nuvens, porque os astros se esconderam de medo de terem tanta coragem.

Alessandro Longo
Enviado por Alessandro Longo em 27/10/2006
Reeditado em 22/09/2010
Código do texto: T274645
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alessandro de Souza Longo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alessandro Longo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
74 textos (3763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:34)
Alessandro Longo