Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENCANTAMENTO

Busco o encantamento.
Todos os dias.
Rever, após cruzar o rio dos sonhos, o rosto da mulher que amo é sempre renovar esse encantamento. As propagandas vendem beleza, mas bela é a mulher que está comigo, ao meu lado, nas festas e no silêncio. O tempo se mostra cada vez mais curto, mas o tempo de meu amor é imemorial: não sei quando começou, não sei se e quando vai acabar.
Sem encantamento, a vida acinzenta. Todos os dias se tornam um só, um dia sem fim e sem varandas. Portanto, inspiro o amor de antes e o expiro renovado. Novo amor, novos encantamentos.
Estamos em uma sociedade presa ao fugaz. As pessoas se encantam com qualquer coisa, com qualquer luz de pirilampo que brilha nas trevas do sentimento. Amores eternos se extinguem ao primeiro vento de tempestade. O ódio e o tédio se expandem na alma dos mais jovens. Sem mestres no sentimento, gerações se afundam na mesmice ensimesmada de não querer saber por achar que sabe.
É preciso resistir ao grito do tempo. Fechar a porta do quarto. Tirar as roupas do corpo e da alma. Não temer se expor. Não temer os nãos que a vida pode dar. Não dar tanta importância aos sims sedutores de sempre.
Quero me encantar sempre. Sorrir ao perceber o que ontem não notei. Alegrar-me, pois a vida ainda me esconde muitas coisas.
Encantamento e revelação.
Francisco C
Enviado por Francisco C em 27/10/2006
Reeditado em 21/11/2006
Código do texto: T274943

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:53)
Francisco C