Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE

A saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade do cheiro, dos beijos, da presença e até da ausência consentida.
Você pode ficar na sala e  ele no quarto, sem se verem,  mas sabem-se lá.
Você pode ir para a faculdade e ele para o escritório, mas sabem-se onde.
Você pode ficar o dia sem vê-lo e ele também, mas sabem-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém pode deter.

Saudade é praticamente não saber.
Não saber se ele  fez a barba, se foi ao dentista, se tem  se alimentado  e dormido bem, se continua sorrindo, se tomou remédio na hora certa...

Saudade é não saber mesmo.
É não saber o que fazer com os dias que ficam mais longos.
É não saber o que fazer para cessar os pensamentos.
É não saber como frear as lágrimas diante de uma música.
É não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber.
É não querer saber se ele está com outra e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz e ao mesmo tempo perguntar aos amigos por isso.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama e ainda assim  doer.

A saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama!



Pietra
Enviado por Pietra em 27/10/2006
Código do texto: T275459
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pietra
Curitiba - Paraná - Brasil
41 textos (4426 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:39)