Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

para onde vai o fogo

Ele que um dia se perde entre as esferas celestes e jamais volta.  Aparece de uma reação química.  Invisível, inventado, vermelho-azul translúcido fogo.  A partir de uma centelha crepita e destrói sem critério quem se abolete em seu caminho.  Banqueteia-se principalmente de efêmeros galhos fracos e folhas secas.  Por um momento parece eterno e incomensurável.  Mas passado o tempo de queimar o oxigênio disponível, escasseia pouco a pouco e simplesmente some, como se nunca houvesse começado.  Para onde vai o fogo, não se sabe.  Mesmo conhecendo o ciclo de vida e morte de cada um dos elementos que compõe seu corpo magnífico, ainda seria um mistério.  Feito aquela coisa que dá na gente quando um dia encontra uma fagulha inesperada e acende, arde.  Depois mingua assim e some.  Misteriosamente, no vento.
Jan Morais
Enviado por Jan Morais em 30/10/2006
Código do texto: T277656
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jan Morais
Gibraltar
91 textos (2690 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:47)
Jan Morais