Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR ACABOU?

Percebo que já não és o mesmo. Eu também mudei e já nem me reconheço mais. Ao constatar essa realidade, confesso que não sou capaz de expressar uma opinião imparcial.
Ambos mudamos, isso é fato, mas essa mudança acrescentou-nos algo de positivo?
Aquela ingenuidade tão característica da juventude nos abandonou por completo, restando apenas uma ironia mordaz...
O amor puro e singelo que sentíamos acabou substituído pela praticidade exigida na vida moderna, pela rotina diária e pela falta de romantismo.
Além disso, a alegria e a jovialidade que possuímos um dia acabou cedendo lugar às costumeiras reuniões familiares aos finais de semana, aos encontros com os amigos, meramente para cumprir obrigações sociais, sem prazer algum. 
Reconheço que ainda temos muito em comum, o hábito da leitura, o gosto pelo teatro, a boa música...  Mas isso bastará para mantermos uma vida em comum? 
Preciso de AMOR, tão somente amor, preciso de noites em claro, da inquietação provocada por um simples atraso, da insegurança causada pelo ciúme, preciso daquele fogo provocado pelo toque das tuas mãos em meu corpo, preciso do teu olhar, preciso do teu amor...
Mudamos... Mas será que o amor acabou?


Ana Joaquina
Enviado por Ana Joaquina em 01/11/2006
Reeditado em 15/10/2011
Código do texto: T279273

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ana Joaquina de Oliveira Cruz). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Joaquina
São Luís - Maranhão - Brasil
573 textos (97020 leituras)
1 e-livros (123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:55)
Ana Joaquina