Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRANHA SENSAÇÃO

Sinto o palpitar das emoções
Que guardo contidas, dentro do peito
Impotente e desolado…
Recolho-me nos meus pensamentos
(Absortos no nada)

Procuro uma razão,
Para estas sensações,
Que sinto a toda a hora
Tristeza, solidão, desamor…

Não consigo explicar este sentimento
Mas sinto-o
Ao mesmo tempo…
Incerteza, inquietação, solidão…

É uma sensação estranha!
Quando se está rodeado de muita gente
Mas é assim que me sinto. Só…
Tento enganar este vazio, escrevendo

São as palavras que vão saindo
Do meu coração magoado…
Que me acompanham, nesta jornada
Porém, não desisto!

Procuro dia-a-dia, hora-a-hora…
A calma, a serenidade, o carinho
Que um dia…me conduzirá ao amor,
E à felicidade…que procuro
Mário Margaride
Enviado por Mário Margaride em 07/11/2006
Código do texto: T284807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Margaride
Portugal, 64 anos
373 textos (27606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:02)
Mário Margaride