Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reeditando um sonho

Arrume tudo depressa,que vem chegando o amor. Esconda as bagunças da alma debaixo do tapete. Espane as lembranças. Pulverize os ressentimentos. Jogue pela janela as frustrações. Arranque do armário aquele vestido de uma só festa. Procure as sandálias prateadas que bailaram uma só noite. Retire da caixinha dourada os brincos de pedrinhas azuis. No rosto sem maquiagem deixe que os lábios recebam um suave toque de baton. Penteie os cabelos com o brilho da felicidade. Escove os dentes com o aroma da esperança.Perfume-se e, depois, transforme-se inteira em um só sorriso. Já dizia a sua avózinha que os homens não gostam de mal humor, nem de tristezas ou de recordações...Mas, por que lembrar-se dela justamente nesse momento?...Talvez porque a sabedoria de vida que hoje parece anacrônica, continha uma deliciosa receita recém-saída do forno.Mais do que planejar o futuro realista de uma possível relação, a simplicidade dos pequenos e inocentes truques para amar e fazer-se, amar sempre surpreendem. E tantas vezes reprisados, ainda conseguem ser únicos.
Na verdade, pensando bem, entregar um sorriso não custa nada....Fazer-se inteira num sorriso, não significa desistir de sua história. Bem no fundinho de seus olhos aquela antiga e amarelada foto do passado convida a reeditar um sonho.
Então, arrume tudo depressa. Prepare a cena, sem deixar vestígios de tristeza.

11/11/06
Mareluz
Enviado por Mareluz em 12/11/2006
Reeditado em 14/11/2006
Código do texto: T289229
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:23)