Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quanto passar


 
Passa o tempo, passam as luas,
Vêm os sóis se manifestarem.
Abrem imensos girassóis.
Falecem  frágeis  avencas .
Nascem  outras plantas,  amores...
Ficam algumas saudades .
Temores.
Passa o velho, passa o novo .
Vem a criança , o jovem ...
No abuso, faz  andanças.
Vêm as mágoas ou desgostos.
Alguma  outra desgraça.
Mas tudo  acaba  e passa.
Vem risonha a  bonança
Trazendo a sua graça ...
 
Passa  o tempo, passa  o antigo,  o renovado.
O  esperto,  o forte , o fraco.
Aquele mais assustado...
Vem a moça alegre e passeia pela cidade .
Vem o  bonito, o dengoso .
O   justo  , o falso  , o bondoso.
Todos  trazendo no peito , a busca pela igualdade.
Chamada , algumas vezes, de pura felicidade...
 
O tempo , este senhor antigo e  soberbo ,
De feições  até sisudas ...
Esboça  em seus  estranhos  lábios ,
- Vendo tanto  ir e vir -
 Um velho sorriso  sábio...
 
luferretti
Enviado por luferretti em 12/11/2006
Código do texto: T289601
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:09)
luferretti