Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MENINO E O ESPELHO

Jamais concordei com o espelho, a rixa já vai mais longe do que me dou por gente. Ele mostrava um menino, eu via um gigante domando ferozes dragões, não eram vassouras! Ele insistia que era um menino, eu via um príncipe, já sem o cavalo branco, mas a espera da princesa, que ele teimoso também exibia menina. Foi-se o tempo, que um dia deixei o espelho de lado; irritado ele mostrou-me o mundo, como a me dar noção de que o que eu via não era nada, mas eu, eu via um homem. Hoje ao abrir a caixa de pandora da minha infância, entre o ioiô e o mini-game, estava o espelho. Curioso, sem guardar mágoa, assoprei-lhe o pó que os anos depositaram sobre seu refletir e espiei-me. Ah, este espelho que nunca muda! Mostrou-me um velho senhor, alvo, grisalho, com ares de doutor experimentado da vida e eu, pela primeira vez, vi um menino!
Gustavo Schramm
Enviado por Gustavo Schramm em 14/11/2006
Reeditado em 06/02/2007
Código do texto: T290940

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Schramm
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
88 textos (4350 leituras)
7 áudios (676 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:39)
Gustavo Schramm