Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMO TE DETESTAR

Amo cada centímetro teu que odeio.
Seu detestável humor me acalenta, me nutre, me escarnece.
Teus olhos! Como os odeio! Brilhantes, vivos, tão vivos, me anunciando que vives a despeito de mim.
Seu sorriso? È um tapa na minha cara. Daqueles cheios! Porque seu sorriso é de um escárnio total com meus velados apelos. Subverte a ordem imposta, me desconjunta, ao mesmo tempo em que, farol, aponta para o rumo a seguir.
Seu silêncio. Grita, alimenta, confunde, confirma, acalenta. Expõe-te em sua fragilidade ao te ausentar do embate.
E na tua doce fragilidade, assisto frases de menino brotar da boca do homem que domina a arte da vida. Literalmente.

                         
Leniza de Astério
Enviado por Leniza de Astério em 15/11/2006
Reeditado em 06/12/2006
Código do texto: T291995

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Leniza de Asterio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Leniza de Astério
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
35 textos (1802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:46)
Leniza de Astério