Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É CHEGADO O TEMPO...

É chegado o tempo da solidão. Da solidão das pessoas, não a minha. Cansei! Cansei desse mundo virtual, onde bytes substituem abraços, onde sinceridade só é interessante se for demonstrada através de uma mentira, onde ficamos rodeados por 1000 pessoas, mas ao mesmo tempo não temos ninguém ao alcance de nossas mãos...

É chegado o tempo das amizades. Das amizades reais, das amizades legais, das amizades pra toda a vida... Tempo de toque, tempo de pele. Tempo de sentir, tempo de ser sentida. Tempo de amor, calor, furor...

É chegado o tempo da simplicidade. Simplicidade nos atos, simplicidade nos gestos, simplicidade dos fatos. Tempo de plantar pra depois colher, tempo de dar e receber...

É chegado o tempo de viver. Viver, sem saber se o amanhã chegará, e sem pensar se o passado foi bom. Viver, simplesmente, exatamente, viver. Sentir a vida, o que ela proporciona. Desfrutá-la, fazer acontecer, fazer a diferença, sem apenas passar por ela, mas fazer dela o seu principal objetivo, a sua mais instigante meta...


São Paulo, escrito na noite em que dei um basta na solidão, em algum dia da primavera de 2006...
Bruna Pattiê
Enviado por Bruna Pattiê em 23/11/2006
Reeditado em 03/08/2007
Código do texto: T298978

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome da autora - Bruna Pattiê). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bruna Pattiê
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
150 textos (12758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:24)
Bruna Pattiê