Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nem precisa entender

Nem precisa entender

Contemplação é um momento único.

Deveras resulta no medo de falhar.
Onde descobre no foco da clareza.
Como provar novamente seu gôsto.

Uma outra vez ter a sensação de um movimento.

Dejavú celeste enche os olhos, popula o saber.
Como lidar com um poder desses?

As capacidades são loucas varridas...

Variadas e tocantes como pingos de chuva.
Carentes e brilhantes como pedras de céu.

Quase não acontece coisas parecidas.
Tudo é impar.
A um só tempo acontecido; não mais.

Uma vez é muito para o meu entender...

Deixa ver melhor!

Nem precisa entender...
Nem precisamos.

O contrario da juventude é que vem a galope sua passagem.
Permanecer admirado é que conta no final.

Vamos todos implodir em ondas...
Esvair, trocar de estado.
Atraídos pela energia maior, a massa primordial.

Majorante no seu “juízo”... que alguém perdeu pra outro encontrar.

Uma sensação passada não pode ser repetida a não ser em textos.

Contemplar então não é opção, é desígnio.
O resultado traz força e consciência.

Refúgio não existe... germina aprendizado.

(Infortúnio, Karma, Ciclo, Fortuna, Castigo, Evolução, Destino... Insignificâncias).

É uma pena?

Que nada, são apenas possibilidade e acontecimento.
Nada a não ser a movimentação da natureza, num todo, suprema e constante.

Por isso o valor e a graça de exaltar estão no mínimo...
Despercebido para uns...
Apreciados para outros.

Sem virar a página.
Alcebíades Segundo
Enviado por Alcebíades Segundo em 23/11/2006
Código do texto: T299089

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Com respeito aprópria obra e propósitos utilizados para o conhecimento literário e a evolução da vida.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alcebíades Segundo
Guanambi - Bahia - Brasil, 38 anos
163 textos (9517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:59)
Alcebíades Segundo