Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insignificância



Não sou música , nem poesia
Nem o orvalho de uma rosa que nasce
Nem mesmo uma pétala macia
Também não sou o espinho
Que fere em sangue a dor que renasce

Não sou a maresia
Nem espumantes e brancas marolas
Também não sou a calma aurora
Que desfalece em claridades
Quando o sol se avizinha

Não sou lago manso ou mar  traiçoeiro
A refletir na água  os raios estrelares
Não sou  pequena nem grande
Nem tenho o tamanho exato de
minhas necessidades.

Sou apenas uma partícula de pó que
invade uma ou outra ante-sala
Espera atendimento com real vontade
Talvez nem isso, apenas um micro organismo
Que só resiste por teimosia ou tenacidade.

luferretti
Enviado por luferretti em 23/11/2006
Código do texto: T299248
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:45)
luferretti