Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO TRISTE

 




ANJO TRISTE.



O meu anjo não para de chorar
As suas asas já estão molhadinhas
Dos seus olhos só vertem santos prantos
Que molham o seu mágico flautim
À noite fica triste empoleirado no telhado
Agaichadinho e tremendo de frio, dá dó!
Esse anjo tem me dado muito trabalho
Assim, ele vai se descuidar de mim
Fim-de-semana, eu vou levá-lo a passear
Nos parques, nos campos e nos jardins
Não posso mais ouvi-lo plangendo
Nessa melodia triste sem fim
Anjo reage! Cuida de mim!
Não toques mais a tua flauta
Molhada de lágrimas está doendo...
Pirulim... Lulim... Lulim... Lulim.
E o meu anjo continua tocando assim.


Eráclito Alírio

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 25/11/2006
Código do texto: T300832
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 74 anos
889 textos (135224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:51)
Eráclito Alírio da silveira