Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTIMENTOS II

Poder regado à hóstia e embalos
Tolher regrado à obra e entalhos
No tocante à vida, dedo de moça decepado;
E no coração aflorado, um mito jaz
Trazendo ao ninho, de volta a paz
Sangria de cortes profundos e desnudos
Acética sudorese estancada na escotilha da fumaça
Haja raça!
Uma tez em ofuscante brilho, uma vez no instante filho
Duma multidão descolorada, inventiva
Renasce no cume áureo da ilha
O peixe que se afogara no mar espiritual.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 29/11/2006
Reeditado em 28/05/2009
Código do texto: T304592

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34093 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:55)
Cesar Poletto

Site do Escritor