Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contradição

Amo dizer que te amo,
embora não saiba o que é amor,
odeio sentir que te odeio,
pois conheci o que é dor,
e assim entre lágrimas e sorrisos,
vou vivendo uma reliadade de sonhos,
sonhando o que creio ser real,
sofrendo com que há de mau no bem,
e aprendendo o que há de bem no mau,
morrendo a cada minuto de vida,
até que a vida chegue ao fim,
fazendo jus à minha sina,
de ser contraditório assim.

Ullisses Salles 29.11.06
Ullisses Salles
Enviado por Ullisses Salles em 29/11/2006
Reeditado em 02/10/2014
Código do texto: T304678
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Ullisses Salles).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ullisses Salles
Suíça, 40 anos
219 textos (69832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:25)
Ullisses Salles