Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS CASTANHOS CLAROS - PARA GLAUCI

OLHOS CASTANHOS CLAROS – Para Glauci.



São os teus olhos castanhos claros como dois lagos profundos, aonde perdidamente eu me estabeleço.

Neles, eu me encontro deveras encantado e devidamente refletido em suas íris movediças, dormindo em sonhos plenos.
.
Assim, eu me naufrago neles como viajor errante e perdido, em busca do seu próprio destino que há muito lhe fugiu das mãos.

São os teus olhos castanhos como duas pérolas raras, que intermitentes iluminam os meus anseios que se vão neles como relâmpagos rebeldes de verão.

Eles escondem e contém um mistério indevassável, apesar da distância e da profundidade enigmática, tentarei desvendá-lo num embate silente de olhos.

São os teus olhos castanhos como marinheiros noturnos, que me têm como moluscos entreabertos à espera de um sonho de mar e sol em resplandecente arenito.

Debaixo dessas sobrancelhas se estabelece o que de mais lindo deténs, é a castanha das sombras suaves dos teus olhares.

Os teus olhos castanhos claros incitam ao prazer, são serenos, às vezes atrevidos e, no entanto, eles buscam algo que não posso te dar por enquanto.

Teus olhos castanhos claros percorrem-me como flechas vivas em busca rápida de seu alvo e, assim, eu me sinto o teu alvo, aonde os deixo repousar mansamente por alguns instantes.

Quero os teus olhos castanhos claros só para mim. Eles me enfeitiçam e são ao mesmo tempo doces proposituras para inomináveis sonhos.

Eráclito.









Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 01/12/2006
Código do texto: T306831
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
889 textos (141087 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:10)
Eráclito Alírio da silveira