Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES DA MINHA CRIANÇA

                     


Numa dessas noites frias,subitamente despertei, e busquei a minha criança.
      Olhei para mim e tive medo. Parecia que havia me perdido.
      Espiei pelas frestas da memória, pelos buracos vazios do passado, e quase que por um fio, consegui me enxergar...bem distante.
      Busquei pelos meus sonhos, tão abandonados pelas estradas da vida, e tentei inutilmente, agarrá-los com o mesmo entuasiasmo. Senti-me roubada.
      Procurei desesperadamente pelo ladrão! Corri através do meu cenário, rodei cena por cena em fração de segundos, e lá estava ele, inexoravelmente ao meu lado,fazendo-me acreditar que os meu momentos e os meus sonhos seriam eternos.
     Eu jamais pensei que me perderia de mim!
     Na infância, o tempo só existe nos relógios...e são  tão intrigantes aqueles ponteiros,parecem tão inofensivos!
     Nesta época de Natal, em que observo a luminosidade do olhar das crianças...sinto saudades ...
     Saudades daquela menina que dava todos os poderes ao Papai Noel. Daquelas cartinhas manuscritas cuja resposta sempre chegava-me na Grande Noite.Eu tinha tanto a pedir!
    E como eu vibrava com as "pequenas-grandes" coisas!
    Cantarolava as melodias de Natal, e sequer me dava conta de algumas letras, como aquela que profeticamente ensina..."Bem assim felicidade, eu pensei que fosse uma brincadeira de papel..."
    E seria sim! Uma brincadeira...em todos os "papéis"!
    Hoje, acho que já nem saberia pedir...e se soubesse... pediria tão pouco!
    Numa dessas noites frias,subitamente despertei, e busquei a minha criança.
    Cuidadosamente bati à porta do meu coração, e   perguntei:
   -Você ainda está aí?
    Obtive o silêncio como resposta.O mesmo que, sorrateiramente, também me calou dentro de mim.
     
MAVI
Enviado por MAVI em 02/12/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T307822

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5424 textos (339134 leituras)
991 áudios (86925 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 12:56)
MAVI