Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo...

"Novamente volto à rua
onde vi morrer meu pranto,
as crianças que brincavam,
hoje já não brincam tanto...

A esperença que havia
de um dia ser famoso,
de ter carros e mulheres,
transformaram-se em luta...

Fizeram-nos adultos
antes de sermos jovens,
lançaram-nos no mundo,
e alguns agora jazem...

Na cova dos indigentes,
na estação, morreu pingente:
essa dor, que dói na gente,
de não ver o sol nascer!"
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 12/07/2005
Código do texto: T33530

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351716 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:38)
Nel de Moraes