Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTAÇÕES DO SER

Um verso rabiscado no intervalo dos atos cotidianos. Uma palavra reverbera em espelhos cobertos e reacende o sabor de um beijo, o arrepio de um toque, a profundidade de um olhar... Sinestesia. Metáforas desabrocham e se fecham em maliciosas intenções, brincam com uma conjugação impossível distante das obrigações e deixam reticentes fantasias para reiniciar uma nova narrativa. Uma alegoria futura cobre a pausa com as vestes do esquecimento e recomeça a oração com um vendaval de amanhãs e lembranças.
Um verso rabiscado no intervalo dos atos cotidianos...
Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 26/08/2005
Código do texto: T45317
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Sut
Curitiba - Paraná - Brasil, 47 anos
614 textos (789727 leituras)
2 áudios (1258 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:14)
Helena Sut

Site do Escritor