Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vento de pai


     No corredor, indo do banheiro para a sala senti o cheiro do meu pai que um golpe de ar me trouxe, virei-me e voltei como que se ele estivesse ali e me chamasse no quarto ao lado esquerdo. Não, não foi nada, apenas o vento assobiando como quando ele trabalhava em meu favor, sempre em meu favor. Suspirei fundo o vento de pai como alguém que dá um longo mergulho em profundas águas.
Alessandra Espínola
Enviado por Alessandra Espínola em 03/09/2005
Código do texto: T47330
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alessandra Espínola
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
285 textos (26462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:15)