Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU CREIO

EU CREIO
       
Osni de Assis e Silva

Eu creio ser possível.
ELE já havia nos dado o exemplo da MANGEDOURA!

Vejo, às vezes, em alguma colina, uma casinha.
Sai fumaça de sua chaminé.
Ali dentro, eles, ao seu modo, de maneira bem simples, devem ser felizes!
A felicidade não exige riquezas materiais.
Harmonia de espíritos, compreensão e amor, eis a felicidade,
radiante e benfazeja

Se todos pensássemos no que  ELE nos ofertou,
nunca seríamos tristes.
O sol que ilumina o nosso dia, o frescor do vento suave, à tardinha,
balançando as folhas das árvores.
A água límpida do córrego que passa cantarolando.
O trabalho, o suor.
À noite, o luar.
A boa comidinha, simples, mas bem temperada, quentinha!
Temos realmente, uma imensa riqueza e tudo está ao nosso dispor,
Ao nosso lado, dia-a-dia.

Quantos meninos, sorridentes, almas puras, alegres e felizes por
brincarem com alguma lasquinha de madeira, algum treco velho.

E nós outros, quando nos tornamos grandes, encontramos diariamente,
em nossa vida, com facilidade, a tristeza, a infelicidade.
É porque descobrimos e cultivamos o egoísmo, a inveja, o rancor!
Convivemos, sem dúvida, fortemente, com o EGOÍSMO!

Que ELE lance sobre nós a brisa da felicidade, das coisas simples da
vida, daquela harmonia da casinha com chaminé enfumaçando a tarde
dos dias lindos.

ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA!
    Vamos renascer,
    sejamos felizes,
         simples e lindos!
Karuk
Enviado por Karuk em 24/09/2005
Código do texto: T53477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Karuk
São João Del Rei - Minas Gerais - Brasil, 76 anos
300 textos (31539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:37)
Karuk