Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento Cigano!

Lamento Cigano!

 
Aqui estou, resultante
Do barulho intenso da vida.
Vida que percorri por longos caminhos,
Por colinas e vales vi a hipocrisia passar...
 
Encolhi-me. Me fechei. Me guardei
Na busca, na entrega, em paz,
Ao puro pensamento
Cujo nome é oração!
 
Agradeço, olhando o infinito,
Os momentos que desfrutamos...
Não precisamos nos dizer adeus
Pois vivemos na mente um do outro.
 
Mas eu tinha de partir...
Não podia ficar!
Desculpe ter ido embora
Mas, ao teu lado, me partia em pedaços,
Tive de fugir!
 
Fugi para não voltar...
E o lamento que ouves,
É o choro da cigana andarilha.
Nas noites enluaradas, no encontro de almas,
No plano terrestre e no plano astral,
Vejo e sinto  o teu olhar,
Que perfuma a saudade do caminhar!
**
23.8.05
Campo Grande-MS
 
 
 
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 24/09/2005
Código do texto: T53530
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 03:54)
Delasnieve Daspet