Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudosismo

Formámos um dueto…
Num só olhar rasgado pelo tempo
Pálpebras caídas em memórias que ficaram
Rímel esborratado pelas lágrimas que derramámos
Contrastando com as gargalhadas sonoras outrora dadas
Rugas intemporais envelhecidas e tristes contando as história que trouxemos.
Expressão que não muda
Que fica, vive, adormece e acorda quando a saudade aperta…
Formámos o dueto, sem palavras em sintonia de canto
Canto do pássaro livre
Rapina
Sem terra ou lugar…
Sintonia da voz rouca, ora em gritos silenciosos
Ora em silêncio gritando ao universo de nós próprios.
Pele que magoa
Cicatriz que nos marca para sempre
Em risos humanos que nos olham
Em tristeza espelhada no reflexo dos meus olhos
Quando o saudosismo me sussurra ao ouvido
E a história voa mais alto…
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 02/10/2005
Código do texto: T55810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:26)
Joana Sousa Freitas